3 estratégias de captação de clientes para escritórios de advocacia

3 estratégias de captação de clientes para escritórios de advocacia
Eliane Girão
Escrito por

O mercado de trabalho para a advocacia está chegando ao ponto de saturação. Todos os anos, cresce o número de advogados e, com isso, se torna cada vez mais importante investir para conseguir se destacar e prospectar mais clientes.

Captar clientes é um tema controverso no Direito, pois o Código de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil impõe uma série de restrições às formas de publicidade jurídica. Tendo isso em mente, um advogado precisa ser inventivo e encontrar estratégias de captação de clientes para seu escritório.

Por sorte, o desenvolvimento tecnológico se tornou um dos grandes aliados do advogado nessa busca. Quando utilizado nas estratégias de captação de clientes, pode alcançar significativos e promissores resultados. Confira, a seguir, três das principais estratégias de captação de clientes para escritórios de advocacia!

1. Torne-se um especialista

A época em que um advogado se tornava famoso por atuar em todas as áreas do direito já acabou. Com o aumento do volume de processos, é comum que as teses jurídicas em debate se tornem cada vez mais complexas e específicas — o que pode minar a produtividade do profissional caso não haja afinidade ou familiaridade com o assunto.

Aliado a isso, tem-se o fato de que os cidadãos estão cada vez mais conscientes de seus direitos e, por isso, buscam profissionais cada vez mais especializados para obter uma defesa de maior qualidade. Para entender a tendência, basta pensar: você preferiria contratar um advogado que sabe um pouco de tudo, ou um que tenha dedicado sua formação ao assunto em que você precisa de auxílio?

Diante desse cenário, o direito tem acompanhado o paradigma mundial da especialização. Tornar-se um especialista uma área jurídica específica permite que o profissional seja mais facilmente reconhecido como referência e, como consequência, procurado por potenciais clientes.

É claro que a especialização é um caminho longo que exige muito planejamento, aprofundamento nos estudos e na prática profissional. Além disso, para se tornar um especialista reconhecido como referência na área de atuação, é preciso conseguir propagar sua imagem profissional — o que nos leva à estratégia seguinte.

2. Invista seu tempo em networking

No mundo do direito, indicações ainda são importantes para que um advogado consiga criar uma boa cartela de clientes. Por esse motivo, investir o tempo em networking é o tipo de investimento com retorno garantido. Entende-se network como uma rede de contatos entre profissionais, potenciais clientes e relações interpessoais, que possam ser acionados a fim de se conseguir ou oferecer oportunidades.

As possibilidades surgidas de uma boa rede de contatos são enormes. Um exemplo: se um colega de profissão é procurado para atuar em uma área em que não atua, ele poderá redirecionar o cliente para outro advogado de confiança, especializado no assunto. Mantendo bons contatos na comunidade jurídica, suas chances de ser o profissional indicado aumentam bastante.

É importante lembrar que o bom network vai muito além de marcar almoços e trocar cartões. Trata-se de criar efetivamente relações com pessoas e empresas, indicar outros especialistas de outras áreas, entrar em contato para oferecer oportunidades, agir como intermediador de uma futura relação de negócios e estar atento a oportunidades que seus contatos poderão oferecer.

O bom network é orgânico, dinâmico e uma forma de relacionamento profissional. Investir seu tempo em cultivá-lo pode render uma excelente captação de clientes para seu escritório, além de criar uma imagem profissional de excelência.

3. Use o marketing digital jurídico

O uso do marketing digital jurídico tem sido uma das ferramentas mais úteis como parte de estratégias de captação de clientes para escritórios de advocacia.

O avanço da internet mudou muito a maneira como as pessoas procuram serviços jurídicos. Se, antigamente, a indicação era a principal forma que as pessoas usavam quando precisavam de um advogado, hoje é a busca pelo Google e nas redes sociais. Por esse motivo, é importantíssimo investir em algumas estratégias de marketing digital jurídico para captar mais clientes. Vejamos algumas delas:

Marque presença online

Como já mencionamos, é comum que as pessoas façam buscas na internet antes de contratar um serviço — e isso inclui os serviços jurídicos. Por esse motivo, a presença online se tornou essencial para os advogados, pois é preciso estar presente onde o seu público-alvo procura. Sem essa presença, as chances de um potencial cliente sequer saber da existência do seu escritório são enormes, o que fará com que ele acabe procurando um de seus concorrentes.

Invista na criação de um bom site, com um visual limpo e que transpareça profissionalidade e seriedade. Esse é um passo importante, já que provavelmente será o primeiro contato que o cliente terá com o seu escritório. Também é importante criar um perfil para o escritório nas redes sociais mais voltadas para o lado profissional, como o Facebook (com a criação de uma página institucional) e o Linkedin.

Produza conteúdo relevante

Marcar presença na internet, contudo, vai muito além de ter um site e perfil nas redes sociais. Também é preciso dar um passo além e apostar em marketing digital de conteúdo. Você pode colocar essa estratégia em prática de várias maneiras: publicando artigos de interesse da sua clientela, utilizando e-mail marketing (com responsabilidade: apenas para clientes ou pessoas que efetivamente assinarem a newsletter), gravando podcasts, entre muitas outras.

Todas essas ações ajudam a despertar a atenção do cliente e a esclarecer as suas eventuais dúvidas jurídicas. O principal benefício disso é a visibilidade para o escritório ou o profissional, que passam a ser reconhecidos como referência em sua área de atuação.

Invista em links patrocinados

Outra ótima estratégia de marketing digital jurídico é apostar nos links patrocinados. Ela funciona da seguinte maneira: os mecanismos de buscas e redes sociais oferecem a possibilidade pagar para que o seu anúncio apareça em locais estratégicos quando o usuário (no caso, um potencial cliente) fizer uma busca informando certas palavras-chave.

Assim, se o seu escritório é especializado em direito empresarial, por exemplo, você pode utilizar a ferramenta para que o seu link apareça nas primeiras colocações cada vez que alguém pesquisar pelos termos “advogado” e “direito empresarial”. Tanto o Google quanto as redes sociais já mencionadas nesse post (Linkedin e Facebook) possuem a ferramenta e são uma ótima maneira de criar uma maior visibilidade para o escritório e seus profissionais.

Após tudo que foi visto, é possível concluir que embora o código de ética da OAB possa ser visto como uma restrição ou limitação pela maioria dos advogados, é também uma oportunidade para ser inventivo e traçar boas estratégias de captação de clientes para escritórios de advocacia, como as que foram demonstradas acima.

Gostou das nossas dicas? Compartilhe-as com os seus contatos nas redes sociais!

Compartilhar

Eliane Girão

Eliane Girão – Sócia Fundadora
Especialista em Marketing de Relacionamento

Deixe uma resposta