Descubra os obstáculos que você precisa superar para fazer networking mais assertivo!

Descubra os obstáculos que você precisa superar para fazer networking mais assertivo!
Eliane Girão
Escrito por

Em tempos onde a tecnologia e a interconectividade imperam, os relacionamentos humanos se estendem a todos os cantos do planeta em questão de instantes. Com o avanço das redes sociais, hoje é fácil manter contato com pessoas do mundo todo pelo smartphone ou notebook.

Por isso, fazer contatos profissionais — o chamado networking — tornou-se mais fácil. Mas, antes, é preciso superar alguns traços de comportamentos ou obstáculos que podem prejudicar suas habilidades de relacionamento.

Confira alguns deles a seguir!

A introversão pode ser contornada

Os introvertidos possuem maior dificuldade em estabelecer relacionamentos com pessoas estranhas. Porém, com alguns truques, isso pode ser amenizado.

O primeiro deles é procurar se inteirar bem sobre um assunto. Quanto mais informado você estiver, mais facilmente poderá conversar sobre ele. Um dos maiores temores de quem é introvertido reside no fato de não saber como começar ou manter uma conversa, por insegurança sobre o que falar. Pesquisando antes, você cria uma base sobre a qual se apoiar.

Advogados podem comentar sobre seus objetivos e conhecimentos relacionados à sua área de atuação. Vale até arriscar assuntos de maior escopo como gestão e tecnologia, tão comuns na rotina dos escritórios de advocacia.  

Outro truque é pedir a um amigo em comum que lhe apresente a alguém. Com ele ali por perto, fica mais fácil vencer a introversão.

Fazer contatos em mídias sociais também é mais simples para introvertidos. Existem muitos grupos no LinkedIn e no próprio Facebook que são voltados a advogados. Pode ser interessante começar seu networking por eles.

Não deixe o silêncio atrapalhar o seu networking

Sabe aquele silêncio que se estabelece após um tempo de conversa? Pois é, ele deve ser evitado. Quando a conversa esfria, a tendência é que as pessoas se despeçam. E isso nem sempre é bom para o networking, especialmente se ainda não conseguiu obter o contato da pessoa.

Por isso, quando sentir que o assunto está acabando, é importante tentar obter as informações da pessoa e, até mesmo, se despedir. Uma boa conversa não precisa se estender por horas.

É interessante, também, você se informar de antemão sobre alguém que pretenda incluir na sua rede de relacionamentos. Assim, você fica menos inseguro sobre o que esperar. Tente tomar notas antes, isso ajuda muito!

Arrogância deve ser descoberta e evitada

Um traço que pode afastar muita gente é a arrogância. Mas isso nem sempre é percebido por quem manifesta esse comportamento, o que pode deixá-lo sem entender porque está sendo difícil formar um bom networking. É importante que o advogado busque se conhecer e se policiar. Um truque é evitar falar muito sobre suas realizações pessoais ou, pelo menos, não se prolongar nesse assunto.

Quando você começa a falar muito de você, pode acabar enviando uma mensagem de arrogância para o seu interlocutor. Modere-se, afinal, na hora de fazer seu networking você está querendo saber mais sobre quem está conversando com você.

Se ainda assim quiser falar sobre você, opte pelos seus objetivos e ideias. Dessa forma, o seu interlocutor pode até lhe ajudar com dicas e informações.

Autoestima baixa precisa de cuidados

Insegurança e medo podem ser resultado de autoestima baixa. Por isso, é preciso procurar formas de elevá-la. O simples fato de buscar novos relacionamentos profissionais pode ajudar, pois novas pessoas trazem novas experiências e, até mesmo, oportunidades. E oportunidades podem melhorar o humor e a autoestima de qualquer um.

Uma boa rede de networking pode ajudar a impulsionar a carreira e melhorar a produtividade de muitos profissionais, inclusive dos escritórios de advocacia. Isso porque novos contatos podem apresentar soluções mais eficientes para problemas do dia a dia. Também é possível captar mais clientes por meio de indicações da sua rede de relacionamentos.

Outra das vantagens de uma boa rede de contatos está na ajuda que você pode obter rapidamente. Existe até uma expressão que define isso: “posso não saber como fazer, mas conheço quem sabe”. Com uma rede de networking ampla, você dificilmente passará sufoco quando precisar resolver alguma situação que foge às suas habilidades. E, de quebra, ainda poderá aprender mais com seus contatos!

E se gostou das nossas dicas, não se esqueça de deixar seu comentário!

Compartilhar

Eliane Girão

Eliane Girão – Sócia Fundadora Especialista em Marketing de Relacionamento

Deixe uma resposta