5 erros na captação de clientes que você não pode cometer!

5 erros na captação de clientes que você não pode cometer!
Eliane Girão
Escrito por

Em diversas áreas de atuação, a captação de clientes é tema de debates e estudos. No entanto, na área jurídica ainda encontramos muitos profissionais com dificuldades em compreender como atuar obedecendo os limites do Estatuto da Advocacia e da OAB e pelo Código de Ética e Disciplina.

A advocacia possui esses limites porque não é considerada uma atividade mercantil, mas sim, um serviço público que deve ser prestado à população. Assim, os profissionais da área não podem fazer propagandas ou usarem estratégias de marketing de outras áreas. Por isso, o marketing jurídico possui estratégias próprias.

Confira abaixo uma lista com alguns erros que os advogados costumam cometer no momento de desenvolverem o marketing!

1. Fazer propaganda de seu nome ou de seu escritório

O Código de Ética proíbe que advogados façam propagandas, mas há outra forma de mostrar ao seu público quem você é como profissional: a produção de conteúdo de valor. Afinal, as pessoas respeitam e sentem confiança em quem mostra entender de um assunto específico.

Um juiz é visto como uma autoridade. Por quê? Porque ele possui conhecimento. Você, como advogado, também pode ser uma autoridade na sua área de atuação perante o seu público — não com propaganda, mas com a produção de conteúdo de valor.

Tenha um site e crie um blog dentro dele. Elabore pautas que ofereçam informações ao seu público. Sabe aquelas principais dúvidas que seus clientes têm quando começam um contato profissional com você? Elas podem ser transformadas em pautas do seu blog.

2. Enviar e-mail marketing sem autorização para a captação de clientes

Essa é uma prática proibida aos advogados, mas que profissionais e empresas de diversas áreas estão deixando de adotar. Isso porque eles viram que enviar e-mail marketing sem autorização do destinatário gera taxas muito altas de spam, de descadastros das listas e baixíssimas conversões.

A melhor estratégia é sempre solicitar aos usuários do seu site ou contatos em geral que, se estiverem interessados em receber seus e-mails com informações sobre a área, que lhe forneçam os dados voluntariamente, como uma forma de “aceite”.

3. Mencionar valores de serviços ou consultorias gratuitas

Alguns advogados, para uma maior captação de clientes, divulgam em sites ou nos próprios artigos de blog os valores que cobram por determinados serviços. Isso é proibido pela OAB. Inclusive, a divulgação de consultoria gratuita para ajudar as pessoas também.

Existem órgãos competentes que podem auxiliar as pessoas que não podem pagar por um advogado particular.

4. Vincular seus serviços com os de outros profissionais

A OAB veda que advogados tenham seus nomes associados a outros profissionais, independentemente da finalidade lucrativa, com o objetivo de divulgar seus serviços jurídicos.

Esse é o caso, por exemplo, de advogados tributaristas que aproveitam da divulgação de contadores para oferecerem seus serviços. Mas um advogado pode escrever no blog de um contador esclarecendo dúvidas sobre a área. Afinal, assim ele está dando uma informação útil e de valor e não fazendo promoção.

Claro que as pessoas que lerem o artigo podem ficar interessadas pelo serviço deste profissional. Dessa forma, o conteúdo de valor contribui na captação de clientes.

5. Distribuir brindes

Entregar brindes como uma forma de captação de clientes também é vedada pela OAB. Então, nada de canetas, agendas, pen drives ou qualquer outro material.

Mas há algo que pode ser feito e, além disso, gera uma imagem positiva para o seu escritório: é o envio de cartões de aniversário, Natal e outras felicitações. Essa lembrança demonstra atenção aos seus clientes, além de ser uma estratégia de fidelização e geração de indicações significativas.

A captação de clientes na área jurídica não é tão complicada como veem alguns profissionais. Mas é preciso estar atento às limitações para não ser prejudicado.

Conta pra gente nos comentários o que achou das nossas dicas e de que forma você as vê contribuindo para a captação de clientes

Compartilhar

Eliane Girão

Eliane Girão – Sócia Fundadora Especialista em Marketing de Relacionamento

Deixe uma resposta