Gestão financeira: Qual a importância do fluxo de caixa nos escritórios

Gestão financeira: Qual a importância do fluxo de caixa nos escritórios
Eliane Girão
Escrito por

Todo escritório deve emitir relatórios periódicos para diagnosticar a saúde financeira da empresa, identificando problemas e resolvendo-os tão rapidamente quanto possível. Neste sentido, o fluxo de caixa é essencial para a gestão financeira da empresa, no diz respeito à liquidez em um indicador de tempo particular, porque representa uma repartição do fluxo de receitas e despesas de uma empresa em um determinado período.

A diferença entre receitas e despesas é conhecida como equilíbrio ou fluxo líquido, e é um indicador importante da liquidez de uma empresa. Quer saber mais? Então acompanhe o post de hoje!

O que, exatamente, é o fluxo de caixa?

O fluxo de caixa representa matematicamente a diferença entre os recebimentos e pagamentos de uma empresa durante um período de tempo. Exemplos de recebimentos são as vendas, a cobrança de dívidas, os aluguéis, os juros sobre empréstimos, etc; e exemplos de pagamentos são as contas a pagar, os pagamento de impostos, as amortizações de dívida, etc. A diferença entre os dois conceitos é o fluxo líquido, indicador importante para medir a liquidez de qualquer empresa e determinar a viabilidade de um projeto de negócio.

Obviamente, se o saldo desse indicador financeiro é positivo, significa que os encargos no período foram mais elevados do que os pagamentos, enquanto que um saldo negativo significa que os pagamentos excederam as receitas. Em geral, a importância do fluxo de caixa é que ele é um excelente medidor para determinar a liquidez de uma empresa, fornecendo informações importantes para responder a perguntas como:

  • quanto de mercadoria precisamos comprar?
  • Podemos comprar à vista ou temos de adiar o pagamento?
  • Podemos pagar dívidas pendentes na data do vencimento ou devemos tentar um refinanciamento?
  • Podemos usar o dinheiro excedente de novos investimentos?

Como preparar o fluxo de caixa?

Antes de preparar o fluxo de caixa de uma empresa, deve-se ter todas as informações referentes aos pagamentos, o que deve ser recolhido nos registros de pagamento da empresa. O fluxo de caixa é importante justamente para interpretar esses dados adequadamente, de modo a fornecer informações realmente relevantes.

Essa projeção permite, por exemplo:

  • antecipar déficits futuros (excedente) e tomar uma decisão apropriada para buscar financiamentos;
  • estabelecer uma base sólida para apoiar um pedido de crédito, apresentando um plano de negócios;
  • fazer um cálculo correto das vendas antecipadas (receitas) e ajustar as ordens solicitadas a fornecedores, assim como o processo de fabricação dos produtos, permitindo, em última instância, que se evite custos adicionais de produção e armazenagem.

O planejamento e a projeção de fluxo de caixa são termômetros necessários para o bom funcionamento da empresa e fundamentais para maximizar a utilização dos recursos. Por isso é tão importante a projeção efetiva do fluxo de caixa da empresa para se garantir, no futuro, a disponibilidade de dinheiro, de modo que a empresa tenha sempre o controle do seu capital, tanto para investimentos quanto para cobrir as necessidades operacionais.

Você faz um controle correto do fluxo de caixa no seu escritório? Tem alguma dúvida? Comente aqui no post e não deixe de acompanhar o nosso blog!

Compartilhar

Eliane Girão

Eliane Girão – Sócia Fundadora Especialista em Marketing de Relacionamento

Deixe uma resposta