Como se reinventar em um momento de crise?

Como se reinventar em um momento de crise?
Edison Fernandes
Escrito por

Apesar de todos os abalos administrativos impostos pela crise financeira, o momento também é uma oportunidade para os empresários se reinventarem, adotando medidas que certamente contribuirão para melhorar a qualidade da gestão.

No caso de um escritório de advocacia, superar a recessão econômica é sinônimo de um controle mais rigoroso dos gastos, auxílio da tecnologia da informação (TI) nas tomadas de decisões e muito planejamento.

São pontos que mostraremos neste post. Venha conosco e faça a sua empresa se manter sólida e atuante no mercado.

Crie estratégias inovadoras no atendimento aos clientes

Diante de uma acirrada concorrência, os escritórios de advocacia precisam criar estratégias para atrair novos clientes.

Por isso, a tecnologia é essencial, como na oferta de um canal de comunicação direto para esclarecer dúvidas e ainda apresentar os encaminhamentos dos processos, otimizando o tempo das pessoas.

Um software jurídico de gestão pode ser a alternativa, assim como um CRM, com o objetivo de ampliar a base de clientes, além de auxiliar no planejamento em busca de mercados menos competitivos e atraentes.

Renegocie as dívidas e facilite os pagamentos

Como muitos processos levam longos períodos de tempo para serem resolvidos, sem falar no alto valor de vários contratos, a crise financeira exige que se tenha bom senso nas negociações com os clientes.

Vale a pena renegociar as dívidas, além de facilitar as formas de pagamentos, o que certamente contribuirá com a redução do índice de inadimplência.

A renegociação das dívidas vale também com possíveis dividendos do escritório com fornecedores, contratos trabalhistas e impostos — enfim, busque sempre solucionar as pendências, evitando o aumento das contas.

Amplie as parcerias

Sabendo-se que determinadas áreas do Direito possuem uma rentabilidade  maior, como no caso do Tributário, principalmente neste momento de crise financeira, nada melhor do que expandir o rol de profissionais.

Dessa forma, a busca por novas parcerias com advogados renomados em suas áreas certamente contribuirá com a expansão do seu escritório. Afinal, muitas empresas buscam consultorias para reduzirem seus gastos neste cenário de recessão econômica, o que facilita no fechamento de novos contratos, principalmente por meio do planejamento tributário.

Investir no Direito do Consumidor também é uma boa dica, já que o momento tenso faz com que cresçam os conflitos entre clientes e empresas.

Controle os gastos

Apertar o freio nos gastos é uma exigência imposta pela crise financeira. Por isso, faça um controle mais rigoroso do estoque, acompanhe sempre o fluxo de caixa e conscientize os colaboradores sobre o uso racional de combustível, energia e produtos em geral.

Nesse aspecto, o investimento em tecnologia da informação pode representar futuros ganhos. Um exemplo é utilizar o banco de dados nas tomadas de decisões, diminuindo as possibilidades de erros, ou seja, o índice de perdas certamente cairá consideravelmente.

Priorize o marketing jurídico

Mesmo que a verba para marketing esteja baixa, vale sempre a pena investir neste setor jurídico para fortalecer a marca do seu escritório.

Como as pessoas buscam informações nos motores de busca, sempre é bom investir no posicionamento da sua empresa, aumentando os clientes até mesmo neste momento de crise financeira.

E aí, gostou do nosso post? Então compartilhe agora mesmo em suas redes sociais e leve informação de qualidade aos seus amigos e familiares!

Compartilhar

Edison Fernandes

Edison Fernandes – Sócio Especialista em TI e Processos de Negócios

Deixe uma resposta