7 dicas para a gestão de contratos eficiente em seu escritório

7 dicas para a gestão de contratos eficiente em seu escritório
Katia Wilchinsci
Escrito por

A gestão de contratos mostra-se cada vez mais como fator importante para a gestão de um escritório de advocacia, já que, nesse contexto, o menor deslize pode trazer as maiores consequências.

Se você busca eficácia na gestão de contratos, acompanhe nosso post de hoje e confira 7 dicas importantes otimizar a administração do seu escritório!

1. A Importância da liderança

Aquele que busca gerir melhor deve assumir uma postura de liderança diante da equipe. Na gestão de contratos, a visão empreendedora é um ponto positivo: sabendo que, sem o treinamento adequado, seus colaboradores não apresentarão um desempenho impecável, é papel do líder moldá-los, capacitá-los e estimulá-los para que façam um trabalho cada vez melhor.

Ao definir as funções de cada um, estimular um ambiente saudável e conforto suficiente para que o profissional tenha a liberdade de crescer em seu escritório, o líder garante que sua equipe trabalhe da melhor maneira possível, além de diminuir o turnover.

2. Obrigação em ter o conhecimento minucioso de seus contratos

Para uma gestão eficiente dos contratos, é de suma importância programação e planejamento prévios e detalhados sobre eventos e atividades gerais. Os contratos exigem atenção em todas as suas obrigações, portanto, avaliar minuciosamente os pormenores do contrato é essencial.

3. O segredo é a organização

Contando que seja vantajoso observar cada contrato, a praticidade das tecnologias auxilia em uma maior organização. Utilize isso a seu favor e busque se organizar com relação a cada tipo de contrato feito, no decorrer de suas atividades, separando-os por categorias e em pastas.

4. Prazos controlados

Desde sua formação, o operador de direito é alertado constantemente sobre a importância do cumprimento de prazos. Não seria diferente com seus contratos: para uma gestão de contratos eficiente, o controle da validade do contrato, prazos de pagamento de vencimento de taxas, procurações, entre outros, são fatores decisivos para o diferencial.

O bom gestor está atento a quantos dias faltam para a extinção de todos os prazos, planejando-se antecipadamente para cumpri-los a tempo.

5. Formação de relatórios e consultas

Busque que o sistema providencie meios para que o administrador ou mesmo os próprios usuários consigam criar relatórios ou consultas, desde que eles estejam de acordo com os relatórios de segurança.

6. De olho no financeiro

A prudência ao espectro financeiro é indispensável. Quaisquer movimentos que façam o profissional ter margem de lucro um décimo por cento maior é proveitoso. Portanto, detenha o controle financeiro nos pagamentos prognosticados em contrato e deixe-os bastante organizados dentro do escritório.

7. Atualização monetária

Ainda no campo financeiro, é importante frisar que as flutuações da economia somadas à inflação atual são fatores diretos para a mudança no valor da moeda. Desse modo, os contratos são, por sua vez, influenciados por toda essa trama.

Buscar um software que consiga atualizar automaticamente esses valores e que consiga suster a cotação de índices de correção monetária é um ótimo adicional para quem visa uma gestão de contratos mais eficiente.

Essas são algumas dicas que podem influenciar a gestão de contrato, criando um ambiente propício para menores incidentes de contratempos e desenvolvendo uma zona de conforto maior no que diz respeito ao cumprimento de prazos e à renovação de contratos.

Gostou do post de hoje? Então continue acompanhando nosso blog e aproveite para descobrir como melhorar a gestão de tempo no seu escritório de advocacia!

Compartilhar

Katia Wilchinsci

Kátia Wilchinsci - Sócia Advogada especialista em Mapeamento de Processos de Negócios

Deixe uma resposta